ATLANTICO CELEBRA PARCERIA COM A MAIOR ACELERADORA DE STARTUPS DO MUNDO
A iniciativa visa capacitar os empreendedores angolanos e incentivar a criação de mais empregos no país
Fonte: BANCO MILLENNIUM ATLANTICO

Numa altura em que as startups vão ganhando mais espaço no mercado nacional, o Banco Millennium Atlântico, através do Disruption Lab, assina um contrato de parceria com o Founder Institute, uma das maiores aceleradoras de startups do mundo. Esta assinatura reforça o compromisso do Banco com o desenvolvimento tecnológico de Angola e com a formação dos jovens empreendedores que querem contribuir para a criação de emprego e para o desenvolvimento de plataformas que facilitam o dia-a-dia dos cidadãos.

O acordo assinado com o Founder Institute visa capacitar empreendedores, cujo talento e motivação são amplamente reconhecidos, na criação de empresas com impacto no quotidiano angolano. E visa, sobretudo, impulsionar em Angola projectos inovadores com uma base tecnológica sólida e com apoio financeiro associado.

Assinado em nome do ATLANTICO pelo Presidente da Comissão Executiva, Daniel Santos e pelo Vice-Presidente, Augusto Baptista, este acordo foi rubricado igualmente por Haymée Cogle, do Founder Institute. .

Desde a criação do Founder Institute Luanda, em Outubro de 2018, foram criadas 9 empresas, por uma dezena de empreendedores que já colocaram no mercado os seus produtos e serviços e que já geraram oportunidades de emprego para a camada mais jovem da população, designadamente a Profília, plataforma digital para registo de trabalhadores independentes; a Kabula, plataforma digital para sistematização e partilha de documentos académicos; a Narulim, startup dedicada à produção de detergentes biodegradáveis; a Ortalice, plataforma digital de distribuição de produtos agrícolas; e a Digidati, plataforma digital para facilitar os pagamentos. Mas também a Kimpovi, a primeira plataforma digital dedicada à prestação de serviços jurídicos; a Hand on Road, através da qual se agilizam serviços de assistência e emergência nas estradas angolanas; a Zaikana, que permite ao utilizador estar a par do que se passa nas estradas de Angola; e a Unirme, que permite aos utilizadores acederem e frequentarem cursos on-line.

Com sede em Silicon Valley, o Founder Institute está presente em mais de 180 cidades em 70 países do mundo e já contribuiu para a criação de, pelo menos, 3500 empresas, tendo colaborado com os seus mentores para a angariação dos fundos necessários à sua implementação.